Cálculo prático de viga em Concreto Armado


Responder Mensagem

Cálculo prático de viga em Concreto Armado

IsaacdeCristo
postou em Qua, 13 Jun 2012, 13:43
Colaborador Nível 5 | Mensagens: 3222

    Caros amigos,

    Há engenheiros que ainda insistem em adotar sem calcular a altura de vigas em 10% do vão livre. Quando há um cálculo efetivo esta altura tende a ser bem menor e a economia bem maior, é claro, sem se falar na armadura adotada sem cálculo. Este negócio de se adotar altura da viga igual a 10% do vão, é usual, ultrapassado, discutível..., que me dizem?


    Editado pela última vez por IsaacdeCristo em Qui, 14 Jun 2012, 09:33, num total de 3 vezes

    _________________
    Brick wallVai construir, reformar ou investir em imóveis?
    Leia o livro "CONHECENDO OBRAS" 3ª Ed
    Autor: ISAAC DE CRISTO - Arquiteto (CAU: 171432-5)

    www.isaacdecristo.com.br

      Responder com Citação

    Fórum E-Civil
    postou em
    Advertising



    Bruno
    postou em Qua, 13 Jun 2012, 15:16
    Usuário Nível 4 | Mensagens: 168

      É um bom chute inicial.

      Depois calcula-se a viga e analisa-se a armadura...se estiver folgada pode-se abaixar a altura, se estiver exagerada pode-se aumentar.
      Tem também a questão de pé-direito x altura das janelas, estética, altura dos garfos do escoramento, enfim...vários fatores pra simplesmente falar que é e ponto.

      _________________
      Bruno Gonçalves Faria
      Cálculo Estrutural
      bruno.gfaria@gmail.com

      Estudante
      postou em Qua, 13 Jun 2012, 22:29
      Usuário Nível 2 | Mensagens: 79

        Se é engenheiro, não tem sentido estimar, em vez de calcular. Creio que pra estimar, nem precisa ser engenheiro. Ou nem sei então pra que estou estudando. kkkk Laughing

        edmarferreirajr
        postou em Qui, 14 Jun 2012, 15:17
        Usuário Nível 3 | Mensagens: 107

          Caro Isaac,

          Nas etapas anteriores ao projeto executivo penso que seja adequado adotar referenciais conservadores em função da aferição dos custos a partir deles e da garantia de dimensões mínimas para fins de modulação ou esquadrias. Adoto 10% para elementos bi apoiados e 8,5% para elementos contínuos. No entanto, vejo outras vantagens nisso. Quando uma viga é muito baixa, por vezes é necessário fazer a compensação da inércia pela largura e contar com a área do aço para resistir a esforços de compressão. O risco de deformação é maior e a fluência é mais expressiva. É mais interessante manter a geometria e fazer a economia com os materiais.

          Um abraço,

          _________________
          Edmar
          arquiteto e urbanista

          “Procura sempre a perfeição. Nunca te deixes abater. Eleva-te sempre às circunstâncias.”
          Herculano Pires

            Responder com Citação

          Fórum E-Civil
          postou em
          Advertising


          Paulo R Caravellas da Cal
          postou em Sex, 15 Jun 2012, 21:15
          Usuário Nível 1 | Mensagens: 27

            Olá amigos,

            Creio que, como primeira aproximação é válido usar 10%, mas é necessário otimizar a solução, considerando os altos custos envolvidos atualmente.

            A dificuldade é dispor de soft de cálculo, "gratuito", confiável e aberto.

            Otimizar custos é fundamental atualmente. Um projeto estrutural pelo pior caso pode aumentar os custos finais em cerca de 3% a 5%.

            Com as margens atuais, faz grande diferença.

            [],Caravellas da Cal

            _________________
            Eng. Caravellas da Cal

            Alex Barreto Cypriano
            postou em Sáb, 16 Jun 2012, 14:26
            Usuário Nível 3 | Mensagens: 137

              Caro Isaac
              É usual fixar no décimo do vão a altura da viga, mas não é suficiente, como já foi apontado, pra definir um projeto da viga. Um engenheiro, por definição alguém engenhoso e prudente, não adotaria armadura sem cálculo, a não ser por extensa experiência acumulada em casos análogos. O objetivo do cálculo não é apontar alturas menores que o décimo (ou qualquer outra fração). Acredito que ele seja, em todas as suas variedades e especificidades, uma ferramenta de plasmar uma forma em obediência às finalidades estabelecida por seu operador. Nem sempre o objetivo desta ferramenta é obter armadura mínima ou altura mínima ou rigidez mínima ou resistência característica mínima; nem mesmo apontar as mais racionais e vantajosas disposições ou arranjos estruturais. O cálculo atesta a correção do ato criativo na disposição dos elementos estruturais que devem, por sua vez, atender aos imperativos arquitetônicos específicos estabelecidos. Daí que um bom arquiteto deva ser um bom engenheiro, assim como um bom engenheiro ser um bom arquiteto. Espero ter oferecido um pensamento útil. Abraços.

              Cálculo prático de viga em Concreto Armado

              IsaacdeCristo
              postou em Seg, 18 Jun 2012, 09:47
              Colaborador Nível 5 | Mensagens: 3222

                Bruno escreveu:É um bom chute inicial.

                Depois calcula-se a viga e analisa-se a armadura...se estiver folgada pode-se abaixar a altura, se estiver exagerada pode-se aumentar.
                Tem também a questão de pé-direito x altura das janelas, estética, altura dos garfos do escoramento, enfim...vários fatores pra simplesmente falar que é e ponto.


                Caro Bruno,

                Você lembrou bem, quando falou da estética, pois este é um elemento que muitas vezes suplanta os preceitos técnicos, levando os custos de algumas obras a serem muito mais elevados do que poderiam ser se considerássemos apenas aspectos técnicos e funcionais. E isto não é só no tocante à estrutura, mas a vários outros elementos da edificação, principalmente no que diz respeito aos materiais de acabamento.

                _________________
                Brick wallVai construir, reformar ou investir em imóveis?
                Leia o livro "CONHECENDO OBRAS" 3ª Ed
                Autor: ISAAC DE CRISTO - Arquiteto (CAU: 171432-5)

                www.isaacdecristo.com.br

                  Responder com Citação

                Fórum E-Civil
                postou em
                Advertising


                robmag
                postou em Sex, 22 Jun 2012, 13:37
                Colaborador Nível 1 | Mensagens: 275

                  Caros colegas, boa tarde

                  Sem dúvida que o critério Altura = 8% a 10% do Vão da viga de concreto armado atende muito bem quanto às deformações (flechas), tanto para vigas bi-apoiadas como para contínuas.

                  Nas situações em que a escolha da altura é livre, podemos impor o critério de que a peça esteja "subarmada" e que tenha a "altura mínima", ou seja, usamos os valores limites ks (k3) e kc (k6).

                  Isso significa que se usarmos valores maiores do que estes valores limites, a peça se torna "superarmada", anti-econômica e com perigo de rompimento brusco do concreto sem aviso prévio, mas ainda assim
                  com folga de esforços no aço.

                  É sempre preferível que as peças estejam "subarmadas", quando a folga ocorre no concreto, dando avisos antecipados através de fissuras excessivas, enquanto o aço ainda se encontra no seu limite de escoamento.

                  Resumindo, as vigas devem ser dimensionadas e verificadas quanto aos esforços de flexão, cisalhamento, deformação e fissuração.

                  Obrigado.

                  _________________
                  Cálculo estrutural CA/Fundações/Metálicas
                  Programador LISP para AutoCAD
                  www.robertomagnani.com.br (http://www.robertomagnani.com.br)
                  robertomagnani@uol.com.br

                  expired goat

                  Ricardo A Ferreira
                  postou em Sáb, 03 Nov 2012, 14:03
                  Usuário Nível 1 | Mensagens: 23

                    expired goatexpired goatexpired goatexpired goatexpired goatexpired goatexpired goatexpired goatexpired goatexpired goatexpired goat


                    Editado pela última vez por Ricardo A Ferreira em Qui, 17 Jan 2013, 14:58, num total de 1 vez

                    expired goat

                    Ricardo A Ferreira
                    postou em Sáb, 03 Nov 2012, 14:23
                    Usuário Nível 1 | Mensagens: 23

                      expired goatexpired goatexpired goatexpired goatexpired goatexpired goatexpired goatexpired goatexpired goatexpired goatexpired goat


                      Editado pela última vez por Ricardo A Ferreira em Qui, 17 Jan 2013, 14:58, num total de 1 vez


                      Responder Mensagem

                      • Tópicos relacionados

                      Cálculo Estrutural