Engenheiros prostituindo a profissão!


Responder Mensagem
    Responder com Citação

Engenheiros prostituindo a profissão!

tailerteilor » Seg, 09 Abr 2007, 13:56

Em minha cidade não existe associação de engenheiros civis.
Pelo simples fato de somente existir 2 engenheiros. Laughing

Porém o que esta ocorrendo é que as lojas de materiais de construção, estão contratando engenheiros de outros estados que prostituem a profissão, cobrando preços irrisórios, sendo que esses "engenheiros" chegam a cidade de 30 em 30 dias somente para assinar ART´s e autorizar o início da obra.

As lojas fazem o famoso venda casada, não deixando opção do cliente escolher comprar os materiais e NÃO querer um projeto "gratuitamente".

Alguém já viveu isso?
Alguém tem alguma dica de como combater tal procedimento?
Em outras cidades, engenheiros de fora pagam uma taxa para trabalhar na cidade. Será que uma associação resolveria?


tailerteilor
Usuário Nível 1
Usuário Nível 1
 
Mensagens: 5
Registrado em: Sábado, 7 de Abril de 2007

    Fórum E-Civil »


    Fórum E-Civil
    Advertising
    Advertising
    Registrado em: Segunda-Feira, 21 de Abril de 2003


      Responder com Citação

    Re: Engenheiros prostituindo a profissão!

    EngClaudio » Qui, 12 Abr 2007, 19:12

    tailerteilor escreveu:Em minha cidade não existe associação de engenheiros civis.
    Pelo simples fato de somente existir 2 engenheiros. Laughing

    Porém o que esta ocorrendo é que as lojas de materiais de construção, estão contratando engenheiros de outros estados que prostituem a profissão, cobrando preços irrisórios, sendo que esses "engenheiros" chegam a cidade de 30 em 30 dias somente para assinar ART´s e autorizar o início da obra.

    As lojas fazem o famoso venda casada, não deixando opção do cliente escolher comprar os materiais e NÃO querer um projeto "gratuitamente".

    Alguém já viveu isso?
    Alguém tem alguma dica de como combater tal procedimento?
    Em outras cidades, engenheiros de fora pagam uma taxa para trabalhar na cidade. Será que uma associação resolveria?


    É bem preocupante essa situação mesmo. Na verdade nem os CREAs podem interferir nisso, porque não vejo ilegalidade nisso, fora a venda casada claro. Mas no caso você cita que o projeto vai "gratuitamente", aí fica descaracterizada a venda casada.

    No caso, acho que uma associação mesmo, pra combater essa prática. Infelizmente os próprios engenheiros se submetem a este tipo de prática.

    Lembro-me de um caso, em que foi descoberto que um engenheiro da empresa onde trabalho estava recebendo comissão de uma loja de material de construção para comprar material só nela, ou seja, não fazia pesquisa de preço, ia direto na loja comprava e recebia o $$$. Fui analisar o orçamento da obra que estava fora do normal e descobri esse "acordinho". Ou seja, um dos engenheiros da empresa estava se "prostituindo". Resultado... demissão.

    É lamentável que coisas assim aconteçam.

    EngClaudio
    Usuário Nível 1
    Usuário Nível 1
     
    Mensagens: 46
    Registrado em: Segunda-Feira, 7 de Novembro de 2005
    Localização: Rio de Janeiro - RJ


      Responder Mensagem

      • Tópicos relacionados
        Respostas
        Última Mensagem

      Discussões Gerais

      Enviar Mensagens Novas: Permitido.
      Responder Tópicos: Permitido.
      Editar Mensagens: Proibído.
      Excluir Mensagens: Proibído.
      Votar em Enquetes: Proibído.