LIGAÇÃO VIGA-PILAR (Condições de apoio)


Responder Mensagem

LIGAÇÃO VIGA-PILAR (Condições de apoio)

BrunoCabral
postou em Qua, 27 Set 2017, 15:26
Usuário Novato | Mensagens: 1

    Boa tarde a todos!
    Gostaria de tirar uma dúvida, caso alguém pudesse me ajudar.

    Estou fazendo um projeto de um sobrado no CypeCad, e após fazer todos os cálculos no sistema me deparei com uma diferença nos relatórios de momentos cálculados no programa dos que encontrei manualmente para as vigas.

    Normalmente aprendemos o cálculo de vigas na faculdade ou em livros, considerando-as como vigas bi-apoiadas com ligação articulada (Somente apoiada), porém no software, ele considera estas como engastadas, gerando um momento em ambas extremidades da viga.
    Tem alguma diferença no dimensionamento de vigas bi-articuladas e bi-engastadas ou, única coisa que muda, é a questão do momento mesmo (terei momento negativo em todos os casos)?

    Exemplo: Uma vida que seriam 3 barras de 10mm inferiores no cálculo manual, terei que trabalhar com 3 de 8mm na parte superior e 2 de 8mm na parte inferior pelo programa.


      Responder com Citação

    Fórum E-Civil
    postou em
    Advertising



    Ciiesoares
    postou em Qua, 27 Set 2017, 17:56
    Usuário Nível 1 | Mensagens: 15

      Os softwares Eberick e Cypecad consideram todos os apoios como engastes elásticos. E por conta dessa consideração, ele acaba gerando momentos negativos nos engastes que tendem a diminuir o momento positivo. Na maioria das vezes não tem problema, na verdade é até mais econômico, pois pelo fato dos momentos positivos serem menores você gasta menos ferragem positiva. O problema é que nem toda ligação pode ser considerada um engaste, pois pode acontecer de ter uma carga muito grande, e se você fizer uma consideração de apoio como engaste você estaria aplicando um momento artificial nesse pilar muito maior do que ele pode suportar. Por isso é importante em obras que exijam um rigor maior softwares que permitam você editar essas considerações de apoios um deles é o TQS.
      Mas respondendo a sua dúvida, não, não há nenhum problema em prosseguir usando o Cypecad do jeito que você está utilizando.

      GilbertoRocha
      postou em Qui, 28 Set 2017, 08:13
      Usuário Nível 4 | Mensagens: 192

        Você pode articular o apoio para acabar com esse momento negativo. Porém, isso vai aumentar a flecha e pode gerar possíveis trincas na ligação(sem problema estrutural, essas trincas que vão permitir que a viga trabalhe como você planejou).

        Durante o curso de Eng. Civil você deve aprender não só isoestática, mas também hiperestática, e em hiperestática se calcula pórticos e se considera esse momento negativo.
        https://www.steelconstruction.info/images/thumb/d/d5/C-14-06.PNG/450px-C-14-06.PNG

        O que for colocado de armadura negativa vai ser reduzido da positiva(até um pouco mais, mas a diferença é pequena), a vantagem, é que armadura positiva está em quase todo o vão, já a negativa só em 25% do vão.


        Responder Mensagem

        • Tópicos relacionados

        Cálculo Estrutural